Portal do Governo Brasileiro

DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS
ECONOMIA, SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

COMUNIDADES::

Pescadores recebem carteira profissional da Marinha

34 foram aprovados nos cursos POP e MAC

A emoção pela regularização profissional marcou a cerimônia de formatura de 34 pescadores, realizada na tarde do dia 13 de agosto, na Biblioteca Geraldo Ferraz, em Vicente de Carvalho, Guarujá. Todos participaram dos cursos de Pescador Profissional (POP) e Marinheiro Auxiliar de Convés (MAC), promovidos pela Associação Litorânea da Pesca Extrativista Classista do Estado de São Paulo (ALPESC). As aulas foram ministradas por integrantes da Marinha por meio da Capitania dos Portos de São Paulo, como parte do Programa de Apoio às Comunidades de Pesca da Dragagem de Aprofundamento do Canal de Acesso ao Porto de Santos. Esse Programa, um dos 24 em desenvolvimento para o acompanhamento do empreendimento, está sendo realizado pelo Instituto de Pesca e tem, entre as suas finalidades, atender as necessidades da categoria.

A Carteira entregue a cada pescador, nas categorias POP e MAC, pela Capitania dos Portos/Marinha do Brasil, tem a finalidade de trazer para a legalidade aqueles profissionais que se encontram trabalhando sem habilitação e segurança da navegação. Já, o certificado de conclusão dos mesmos cursos (POP e MAC), é para navegar e/ou pilotar embarcação.

O Capitão de Mar-e-Guerra, Antonio Sérgio Caiado de Alencar, que presidiu a solenidade, explicou que os cursos tem o objetivo de transmitir instruções básicas para a navegação e de conscientização para não poluir o mar. “Queremos que eles se tornem cidadãos e marinheiros melhores”. Durante a saudação aos formandos, Caiado enfatizou que a meteorologia é a escola do mar. Por isso, aconselhou aos pescadores para “não enfrentarem o mau tempo e ter em mente as regras para a segurança”.

Entre os pescadores que mais comemoravam a conquista da documentação estava Fabiano Sant’Ana de Lima. Ele, que há 20 anos trabalha e sempre dependeu da pesca, não era regularizado. Com o curso, o primeiro que fez, vai dar continuidade a sua profissão legalmente. Morador do bairro Rio do Meio, reduto de pescadores, Fabiano pretende, no próximo ano, realizar o curso de Mestre.

Os irmãos gêmeos Brian e Breno Oliveira dos Santos, de 15 anos, também fizeram o curso para continuar ajudando o pai no barco de pesca de camarão. Os dois, que ainda não terminam o Ensino Fundamental, querem participar de novas atividades na área marítima.

A programação

Durante os cursos, os pescadores participaram de aulas prática (teste físico de natação) e teórica sobre Marinharia – estrutura das embarcações, cabos, nós, voltas e trabalhos do marinheiro; Primeiros Socorros – procedimentos de emergência; Sobrevivência do Náufrago – material de salvatagem, sobrevivência; Regras de Manobras, Luzes e Sinais Sonoros – regras e manobras e suas descrições; Noções Básicas de Navegação; Noções Básicas de Estabilidade; Combate a incêndio; Operações com Motores Diesel – partes componentes do motor diesel, operações com motores diesel, manutenção de motores diesel e Prevenção da Poluição do Meio Ambiente – conceito de meio ambiente, poluição, principais agentes poluidores.

Para a realização dos cursos, além da Capitania dos Portos, a ALPESC contou com o apoio do 17º Grupamento do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura Municipal de Guarujá, que cedeu os espaços para as atividades. Participaram, também, da solenidade de formatura a presidente da Associação, Izaura Martins dos Santos, a bióloga Cláudia Dardaque, do Instituto de Pesca e Ricardo Lousada, Diretor de Pesca da Secretaria do Meio Ambiente do Guarujá.

Matéria elaborada em: 16/08/2010

Publicado por: DA REPORTAGEM