Portal do Governo Brasileiro

DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS
ECONOMIA, SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMAS::

Ponto coletor de óleo lubrificante é inaugurado na Associação dos Catraieiros

Esta é a terceira instalação organizada pelo Programa Manchas Órfãs

A Associação dos Catraieiros de Vicente de Carvalho já conta com o ponto coletor de óleo lubrificante usado, conforme as exigências dor órgãos ambientais. A inauguração aconteceu no dia 2 de julho e integrou as comemorações em louvor a São Pedro, com direito à benção do padre Jean Jacky Genesté. Participaram do evento o diretor de Pesca da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Portuário do Município do Guarujá, Ricardo Louzada, o presidente da Associação Walter Ferreira da Nóbrega, e o representante da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), Herculys Silva Barbosa.

Este foi o terceiro ponto coletor instalado pelo Programa de Conscientização da Comunidade Pesqueira e Náutica - Manchas Órfãs – que integra a obra de Dragagem de Aprofundamento do Canal de Acesso ao Porto de Santos, desenvolvida pela CODESP. Os dois primeiros pontos funcionam desde o mês de março, no Estaleiro Procyon, em Santa Cruz dos Navegantes e desde abril na Sociedade Amigos do Perequê, ambos em Guarujá.

Anteriormente, a coleta entre os catraieiros de Vicente de Carvalho era feita de forma improvisada. Para o presidente Walter Ferreira da Nóbrega, o ponto coletor vai beneficiar a “instituição e todos que vivem a volta dela. A natureza vai ser poupada”. A destinação do dinheiro obtido com a venda do óleo lubrificante usado para a empresa Lubrasil, que faz a coleta e o rerrefino do combustível, ainda não está definido. Segundo Nóbrega, o assunto será discutido em assembléia dos associados, no mês de agosto.

A instituição, registrada em cartório em 1951, possui atualmente 80 embarcações, que atendem à população 24 horas. A travessia entre Vicente de Carvalho, no Guarujá, e a Bacia do Mercado em Santos, é de aproximadamente 800 metros. A lotação de cada barco é de 17 pessoas, além do condutor. A passagem custa R$ 1,10. A previsão do presidente é de que cerca de 250 litros de óleo lubrificante usado por mês sejam depositados no ponto coletor.

De acordo com os consultores do Programa Manchas Órfãs, Cristina Tuzzollo e José Maurício La Fuente, a instalação dos pontos coletores está tendo um bom resultado. Em três meses de atuação, foram recolhidos 500 litros de óleo no primeiro ponto instalado em Santa Cruz dos Navegantes. Nos dois meses de funcionamento no Perequê, o volume do lubrificante recolhido atingiu 300 litros.

Além de atuar na implantação dos pontos coletores, os consultores do Programa também estiveram em escolas públicas das comunidades pesqueiras. Por intermédio de atividades lúdicas (tabuleiro humano, quebra cabeça e teatro), os alunos foram informados sobre a forma correta para efetuar o descarte e destinação do óleo lubrificante usado.

Os endereços dos três pontos coletores implementados pelo Programa Manchas Órfãs são: Estaleiro Procyon, na Rua Odair Rodrigues nº 340, em Santa Cruz dos Navegantes; Sociedade Amigos do Perequê, na Estrada Guarujá Bertioga nº 80, KM 07 e na Associação dos Catraieiros de Vicente de Carvalho, na Rua Itapema nº 3, todos em Guarujá.

Texto produzido em: 04/07/2011

Publicado por: DA REPORTAGEM