Portal do Governo Brasileiro

DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS
ECONOMIA, SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMAS::

Programa da dragagem apresenta diagnóstico socioambiental

Estudo identifica os desafios e potencialidades de desenvolvimento

O diagnóstico socioambiental participativo de oito comunidades de Santos e Guarujá foi apresentado na noite do dia 16 de agosto, no auditório da Universidade Católica de Santos (Unisantos). O estudo foi desenvolvido pelo Programa de Conscientização da População Envolvida na obra de dragagem de aprofundamento do canal de acesso ao Porto de Santos. As lideranças de cada núcleo, os secretários do Meio
Ambiente dos dois municípios, Fábio Nunes e Élio Lopes, a gerente de Controle Ambiental da CODESP, Márcia Jovito e representantes da Fundespa participaram do evento.

O projeto incluiu pesquisa de campo, oficinas, identificação de 93 lideranças e a realização de 206 entrevistas. Foram identificados os desafios e as potencialidades apontadas pelos moradores das comunidades de Ilha Diana, Monte Cabrão, Praia do Goes, Santa Cruz dos Navegantes, Rio do Meio, Conceiçãozinha, Perequê e Sítio Cachoeira. O estudo também apresenta recomendações para que cada comunidade se desenvolva.

Os problemas comuns a todos os bairros pesquisados são: infraestrutura, relacionados à coleta e tratamento de esgoto, problemas com disposição inadequada de lixo doméstico pela falta de educação ambiental, falta de alternativas de cultura e lazer e falta de alternativas de trabalho e renda.

Entre as potencialidades apontadas no diagnóstico destacam-se a pesca esportiva e a festa do Bom Jesus em Ilha Diana; a produção de caranguejo e de camarão para isca viva em Monte Cabrão; o fortalecimento da Cooperilha que produz bolsas e capas com a reutilização de banners em Santa Cruz dos Navegantes; o aproveitamento dos resíduos das salgas de camarão no Rio do Meio; a escolinha de futebol Instituto Brasil Júnior em Sitio Conceiçãozinha; o fortalecimento da atividade pesqueira, além de produção e comercialização de artesanato no Perequê; as atividades de eco turismo desenvolvidas pelo Centro de Estudo do Meio Ambiente (CEMA) do Instituto Litoral Verde em Sítio Cachoeira e o turismo na Praia do Góes.

Avaliação

Após receber os diagnósticos de Ilha Diana e Monte Cabrão, o Secretário do Meio Ambiente de Santos, Fábio Nunes afirmou que sua equipe técnica fará uma avaliação do documento. Já Élio Lopes, que recebeu das comunidades da Praia do Góes, Santa Cruz dos Navegantes, Rio do Meio, Conceiçãozinha, Perequê e Sítio Cachoeira, informou que conhece os problemas de cada uma e que estes têm que ser resolvidos pelo governo do Estado e do Município.


Texto produzido em: 17/08/2011

Publicado por: DA REPORTAGEM