Portal do Governo Brasileiro

DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS
ECONOMIA, SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

DERROCAGEM::

Plano de Comunicação é montado para divulgar o desmonte das rochas

Informativos, cartazes e faixas serão distribuídos

Como parte do Monitoramento Ambiental da obra de dragagem de aprofundamento do canal de acesso ao Porto de Santos, o Programa de Comunicação Social montou um plano especial para a divulgação do desmonte (derrocagem) das pedras Teffé e Itapema. O objetivo é possibilitar que as comunidades estejam informadas de todo o processo que vai ser iniciado na primeira semana de setembro.

Para permitir completo acesso à rotina da obra de derrocagem serão distribuídos 35 mil informativos para operadores e trabalhadores portuários, autoridades, população que resida ou trabalhe nas proximidades das rochas ou utilize as barcas da Dersa ou catraias para a travessia entre Santos e Vicente de Carvalho. A divulgação será complementada com cartazes, folhetos e faixas. A pedra de Teffé está localizada na margem direita do cais santista entre os armazéns 25 e 26, onde funciona o Concais – Terminal de Passageiros “Giusfredo Santini”. A de Itapema fica do lado esquerdo do canal de navegação em frente ao Forte de Itapema.

Os informativos e folhetos serão entregues à população por uma equipe uniformizada. Os passageiros das barcas da Dersa e dos Catraieiros poderão esclarecer dúvidas com atendentes que ficarão à disposição nas estações de Vicente de Carvalho nos dois primeiros dias da obra.

Outra forma de acompanhar a obra é por intermédio do site: www.dragagemdoportodesantos.com.br , que disponibiliza um espaço especial à Derrocagem, mostrando todo o processo da obra, além de informar o horário em que a navegação de embarcações ficará paralisada (período de três horas diárias), próximo a área de trabalho de cada rocha. Este ambiente digital também contará com notícias sobre o andamento do desmonte das pedras.

A obra

Para a execução da derrocagem das duas rochas foi contratada a Ster Engenharia Ltda (vencedora da Licitação Pública Internacional), pelo valor de R$ 25.592.142,96 que utilizará a embarcação Yuan Dong 007. Os trabalhos serão iniciados logo após os testes de detonação pela pedra de Teffé. A previsão é de que a obra dure aproximadamente dois meses (inicialmente estava programada para 18 meses) e seja retirado um volume de 31.386 m³ (in-situ), sendo 20.126 m³ da Teffé e 11.260 m³ da Itapema.
A perfuratriz Yuan Dong 007, de origem chinesa, foi construída especialmente para este tipo de atividade. Com 100,86m de comprimento e 17,6m de largura possui dez torres de perfuração capazes de suportar uma coluna de perfuração de 28m de comprimento, com uma guia para o revestimento do furo (casting guide). O navio é equipado ainda com um propulsor lateral de proa, seis guinchos de ancora, duas colunas de apoio de trabalho e outras duas auxiliares. Esses equipamentos permitem a atuação em todo o processo da derrocagem, desde a perfuração da rocha, o carregamento do explosivo até a detonação. O mesmo sistema foi usado na ampliação do Canal do Panamá, na América Central.


Publicado por: DA REPORTAGEM