Portal do Governo Brasileiro

DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS
ECONOMIA, SUSTENTABILIDADE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMAS::

SPA avança com Programa de Monitoramento de Resíduos Sólidos

O Programa de Monitoramento de Resíduos Sólidos da Santos Port Authority (SPA) é uma das condicionantes da Licença de Operação do Porto Organizado de Santos, emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).
Este programa visa minimizar a geração de resíduos, bem como indicar formas adequadas para segregação, coleta, acondicionamento, armazenamento temporário, transporte e destinação final, atendendo assim, aos requisitos ambientais e de saúde pública. Apresenta um conjunto articulado de ações normativas, operacionais, financeiras e de planejamento, que são baseados em critérios legais, sanitários, ambientais e econômicos. A conscientização é feita por meio de eventos, campanhas, palestras e diversos materiais.
A geração total de resíduos em 2021, considerando SPA, terminais portuários e embarcações que descarregaram resíduos de bordo no Porto de Santos, foi cerca de 135,7 mil toneladas, 19% a menos em relação ao ano de 2020. A categoria Resíduos oleosos (sludge, slop oil e bilge water) foi a mais representativa, com 33% do total; seguida de 29% de Resíduos de construção civil não perigoso; 12% Efluentes e lodos de tratamento não perigosos; 8% Resíduos orgânicos e 8% Resíduos contaminados ou perigosos.
Ainda no ano de 2021, a SPA passou a utilizar o “Índice de Desvio do Descarte - IDD”, que mede a porcentagem dos resíduos encaminhados para técnicas de destinação que reaproveitam ou beneficiam o resíduo, como reutilização, reciclagem, compostagem, coprocessamento e rerrefino, em detrimento das técnicas de descarte ou destruição. As embarcações tiveram 98% de seus resíduos destinados segundo as técnicas estabelecidas pelo IDD, enquanto a SPA teve 90% e os terminais portuários, 88%.

Publicado por: SPA